No dia da Mulher a Thomas Cook lança bolsa para piloto aviadora

A330-200 da companhia aérea Thomas Cook Airlines UKNo Dia Internacional da Mulher deste ano a Thomas Cook Airlines lançou a sua primeira bolsa de estudos para piloto aviadora e operou com uma tripulação só constituída por elementos do sexo feminino.

A comandante, primeiro oficial e sete tripulantes do voo de Manchester para a Gran Canaria das 08:40 desta manhã eram todos do sexo feminino, bem como engenheiras e pessoal de terra do aeroporto de Manchester e as controladoras de tráfego aéreo NATS que encaminharam a aeronave A321 com 212 clientes da placa para a descolagem.

A Thomas Cook Airlines associou-se à FTEJerez para atrair mais mulheres para os comandos das aeronaves. A bolsa de estudos será co-patrocinada pela Thomas Cook e pela FTEJerez e foi criada em homenagem a Elise Raymonde de Laroche, uma piloto aviadora francesa e a primeira mulher a receber uma licença há 108 anos neste dia, 8 de Março de 1910.

A bolsa de estudos está aberta para que as candidatas sejam formadas na FTEJerez como parte do Programa de Treinamento de Pilotos Cadetes patrocinado pela Thomas Cook Airlines. As mulheres que entrarem neste programa serão elegíveis para solicitar uma bolsa de estudos de 30.000€ que será compensada com os custos de formação na FTEJerez.

A bolsa de estudos será atribuída todos os anos durante os próximos 5 anos. As candidaturas deste ano arrancam no dia 16 de Março. Esta bolsa é uma de várias, promovidas pelas companhias aéreas, incluindo a iniciativa Amy Johnson da easyJet, para tentarem aumentar o número de mulheres piloto.

Publicado em Companhia Aérea nos temas .