Grupo IAG da Iberia e British Airways quer comprar falida Niki

Aeronave A320 da companhia aérea Niki no soloO grupo IAG (International Airlines Group) do qual fazem parte a Iberia e a British Airways quer comprar os activos da falida companhia aérea austríaca Niki, que anteriormente pertencia ao grupo airberlin, após a Lufthansa e a easyJet terem repartido os activos da air berlin. O negócio está avaliado 20 milhões de euros e proporcionará liquidez à Niki de até €16.5 milhões.

A transacção irá feita por uma nova subsidiária da companhia área low cost Vueling pertencente ao grupo IAG, onde será incorporada a Niki e que funcionará inicialmente com uma operação separada. O negócio está sujeito à aprovação das entidades competentes como a Autoridade de Concorrência da União Europeia.

Os activos a serem adquiridos incluem até 15 aeronaves da família airbus A320 e um atractivo portfólio de rota em vários aeroportos, incluindo Viena, Zurique, Munique, Dusseldorf e Palma de Maiorca. Os anteriores 740 funcionários da Niki vão ser integrados na nova companhia aérea para assegurarem as suas operações.

Willie Walsh, presidente-executivo da IAG, disse: “A Niki era a parte mais financeiramente viável da air berlin e o seu foco em viagens turísticas significa que é um óptimo encaixe para a Vueling. Este acordo permitirá à Vueling aumentar a sua presença na Áustria, Alemanha e Suíça e oferecer aos consumidores da região mais opções de viagens aéreas de baixo custo”.

A air berlin cessou as operações em Outubro, depois do investidor de capital próprio Etihad Airways ter retirado o seu apoio financeiro. Por sua vez a Niki suspendeu as suas operações no dia 14 de Dezembro após a Lufthansa ter excluído a sua compra por contrapartida à Autoridade de Concorrência da União Europeia.

Publicado em Companhia Aérea nos temas , , .